top of page

DIREÇÕES

Atualizado: 18 de ago. de 2020




Gestão de março de 2020 à 2022

Direção: Andrea Pessin mendes

Vice-direção: Alexandre Duarte Barreto









Gestão de Maio de 2019 à

março de 2020



Direção: Dulce D'Avila Aguiar

Vice-direção: Cármen Regina Marques Peixoto






Gestão de setembro de 2018 à

abril de 2019


Direção: Simone Malta Moraes

Vice-direção: Dulce D'Avila Aguiar









Gestão de 2013 à 2016 e Dezembro de 2016 à Novembro de 2018

Direção: Guiomar Raupp Monteiro

Vice-direção: Simone Malta Moraes
















Gestão de 2008 à 2010 e

2011 à 2013

Direção: Silvio Capaverde

Vice-direção: Sônia Montovani















Gestão de 2002 à 2004 e 2005 à 2007

Direção: Marcos Alexandre de Souza

Vice-direção: Mara Silié Verlang










Quando recebi a solicitação de escrever alguma coisa referente ao período em que estive na direção da EMEF Lauro Rodrigues as primeiras coisas que vieram à mente foram perguntas básicas: O que vou dizer? O que aconteceu de significativo nesse período?

Bem, é certo que as pessoas têm visões diferentes sobre o que foi significativo nesse período e, provavelmente, fariam relatos diferentes. Porém, acredito que todos concordaram comigo que um dos aspectos mais importantes foi o trabalho pedagógico que foi desenvolvido.

Então, vou começar pelo projeto ambiental que tinha como nome "PROJETO INGÁ: construindo a educação ambiental no Lauro Rodrigues".



Esse foi um projeto interdisciplinar bem abrangente que iniciou em 2002 e se estendeu por alguns anos. O que se observou foi que mesmo não havendo o envolvimento da escola toda durante todo o tempo, os alunos, em algum momento, se integraram ao trabalho, desenvolvendo algum tipo de ação, mesmo que por certo período de tempo. Foi um período de grande efervescência, sempre havia grupos de alunos realizando alguma atividade fora da sala de aula. Eram canteiros de flores sendo cultivados tanto nos espaços internos quanto na entrada da escola e cada turma foi incentivada a adotar um destes espaços; eram grupos de alunos controlando o consumo de eletricidade; outros buscando reduzir desperdícios de alimentos; outros trabalhando na horta e até, um "bosque" começou a ser criado. A proposta do “bosque” era o aproveitamento do espaço entre o Arroio Passo das Pedras e o muro da escola para arborização. Os principais objetivos eram: a ocupação de uma área que representa um foco de insetos, aracnídeos e outros pequenos animais que estavam avançando o espaço da escola; o plantio e o cultivo de árvores frutíferas e nativas recompondo, dessa forma, a vegetação com a intenção de reduzir os efeitos da erosão provocada pela cheias do arroio e, principalmente, a transformação de um ambiente degradado num espaço acolhedor que viesse a servir como laboratório para aulas de educação ambiental.

Além do projeto ambiental, outra ação que considero relevante foi a proposta dos sábados letivos integradores, pensados para trazer a comunidade para dentro do ambiente escolar. Um destes sábados era o nosso ACAMPAMENTO FARROUPILHA. Esse dia começava cedinho. Quando eu chegava à escola já havia um grupo de pais e alunos me aguardando e prontos para iniciarem a montagem dos piquetes. A festa já começa aí, com a participação dos alunos, pais, irmãos, tios… Todos se envolviam na organização e participavam das apresentações e da gincana cultural que ocorriam ao longo desse dia. Era chimarrão, era churrasco, era música, era correria (das boas), era dança, enfim, uma bela festa. Sempre com a presença de algum CTG. E, o mais bacana, no final do dia a escola fica limpa e organizada. Cada mesa, cada cadeira era devolvida para a sala de onde havia sido retirada.

Outro destes sábados era o sábado de NATAL, quando o papai Noel vinha visitar o Lauro. Esse sábado foi emocionante desde a sua primeira edição. Todos aqueles que participavam (professores e funcionários), sempre ficavam comovidos com a alegria e a expectativa das crianças para com a chegada do papai Noel. O difícil foi ser criativo com a entrada do papai Noel em cada ano, pois esta tinha que ser sempre uma surpresa. Teve carro aberto, moto, carroça e até descida de rapel (o papai Noel desceu no telhado de rapel). Uma festa linda.

Bem, como uma lembrança leva a outra, e emoção também, então eu não poderia deixar de mencionar o nosso baile de DEBUTANTES. Para comemorarmos os 15 anos da EMEF Lauro Rodrigues, nós organizamos uma festa de debutantes para as nossas alunas que completavam 15 anos naquele ano. Quando falo nós, estou me referindo à equipe diretiva, um grupo de pessoas maravilho que abraçou a ideia desde o primeiro momento e não mediu esforços para transformá-la em realidade. Buscando organizar cada detalhe para que tudo saísse perfeito. Foram atrás de patrocinadores e conseguiram tudo, desde os vestidos, maquiagem, salão de festas, convites e, claro que não poderia faltar, conseguir levar até cadetes da escola militar para dançarem valsa com as nossas debutantes (e tudo a custo zero). Tenho certeza que foi um momento inesquecível para todos.

Além desses projetos que eu mencionei até aqui, quero ressaltar que houve outros que aconteceram paralelamente a estes, tais como: o projeto de ROBÓTICA; o projeto ECONOMIA DEZ (os alunos desenvolveram atividades de conscientização e combate ao desperdício de energia elétrica, tendo como meta a redução do consumo em 10%); o projeto do JORNAL; o projeto da RÁDIO ESCOLAR; o projeto de REMO (os participantes eram levados até o Grêmio Náutico União para terem aulas de remo); o DIA DA CIDADANIA (outro sábado integrador no qual se buscava a parceria de diversas instituições para a prestação de vários serviços à comunidade).

Bem, tenho certeza que devo ter esquecido uma porção de outras coisas, mas o que eu posso dizer é que foi um período muito produtivo, de muitas parcerias e muitas conquistas.

Posso dizer que me sinto privilegiado por ter passado pela direção desta escola nesse período e ter trabalhado com essas pessoas, pois foi uma época de muita satisfação e muita alegria. Foi muito bom recordar desses momentos e principalmente, gostaria de agradecer aos colegas que participaram da equipe diretiva e aos colegas professores que muito contribuíram com o desenvolvimento do nosso projeto, pois não tenho dúvida de que sem a parceria e sem o apoio deles nada disso teria sido possível.

Muito obrigado!

Marcos Alexandre de Souza





26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page